Thursday, November 15, 2007

Certeza imperfeita

Se as palavras chegassem,
Se os momentos não tardassem,
Se o impulso fosse eterno,
Se o desejo nunca cessasse…

Aquilo que tivemos
não seria Pretérito Perfeito
mas sim, um futuro perfeito.
O nosso beijo não seria
apenas um sonho,
mas sim um prazer.
O nosso momento
cada vez mais perfeito,
cada vez mais único.
Ver-te não seria um esforço,
mas sim um conforto,
uma ânsia,
um refúgio,
um alimento à minha felicidade.

Mas…

Como tudo não passou
de algo efémero,
duvido, desassisado,
néscio…
Nunca poderíamos ter
algo admirável, único,
verdadeiro, esmerado…
Algo nosso!

3 comments:

DJ said...

Bom blogue! Os meus parabéns. Vou visitar mais vezes. Não percas a vontade de escrever... é importante.

Márcio said...

Bem,admito que desconhecia totalmente essa tua veia poética;)
Serei também leitor atento.Já agora o meu é oratopariuumamontanha.blogspot.com
bjs e vai passando!

Persona naturale said...

Pois, pois, o Márcio aproveita a sua bondade para fazer publicidade ao blog dele, topei-o logo, malandro lol
E o DJ a mesma coisa, só comenta para dp tu (Angie) comentares o dele! lol

Tou a brincar, um grande beijinho pós 3!

Sim Angie, é importante n perderes este teu jeito natural para a poesia! Força aí!