Wednesday, May 2, 2007

Quando a chuva passar


A chuva vai parar,
o sol para mim voltará,
o meu coração aquecerá,
tirá-lo-à da tempestade
que tu cá deixaste.

Tu, que me levaste a sonhar,
a acreditar nas tuas palavras,
no teu sorriso, nos teus beijos...
Era tudo uma história,
um desejo, um impulso
que tu cobiçavas e aspiravas...

Sempre soubeste da efemeridade
desse desejo, desse impulso...
Mas quiseste saboreà-lo,
quiseste vivê-lo,
quiseste tanto atingi-lo...

Não cessaste enquanto
não conseguiste,
esse teu desejo efémero,
que depois de extinto
em mim deixou um sentimento
de perda de algo,
algo que nunca tive!

Eu sei
que jamais te esquecerei,
mas sem dúvida que serei
capaz de viver sem ti,
sem o teu sentimento,
apenas com a indiferença
de desejo cumprido.

2 comments:

Persona naturale said...

Bem olha o blog está mto bom! Parabéns!

Vou-o pôr nos meus links (passa no meu blog)

Continua assim

Beijinhos

Andreia*****

Joaninha said...

oi deixei-t um desafio no meu blog passa por lá*********+
Joana